Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

21
Nov14

cheio por metade vazio por outro tanto

asimplesvidadejoaorapaz

 

 

ao escutar... como se eu soubesse explicar... de um vazio preenchido imenso que só apetece acabar... comparo ao vislumbre da vida antes da morte... e no fim, fim... mas este fim persiste e nunca se transforma em fim... é morrer muitas vezes... é por isso que me falta o desconhecimento... quem em seu pleno juízo morreria vezes sem conta sem enlouquecer... enlouqueço de tanta loucura junta... enlouqueço de tanta perda e ganho... e perda... o que se fará então para se sentir vivo... o que se fará então para não morrer constantemente e guardar... e sempre que... solta-se o sorriso... nem feliz... nem triste... nem contente ou contentado... aquele sorriso... "King for a day, fool for a lifetime".

 

13
Ago14

injustências

asimplesvidadejoaorapaz

o meu silêncio prende(u)-se por algumas coisas... coisas abrangentes e outras mais concretas, mas coisas minhas... o meu silêncio prende-se também com o meu trabalho... inevitável nesta altura do ano... mas também prende-se por um atenuar das amplitudes das marés... prende-se com uma viagem diferente, com uma partida de outrora e uma chegada de agora... prende-se com outros silêncios... prende-se com coisas... algumas... da vida... da minha... e pronto...

 

regressar aqui prende-se com pessoas... prende-se com algumas pessoas de valor... eu inclusive... mas prende-se com a falência da minha real forma de ser... achei que não sendo livre aqui poderia falar sem falar ou falar de outra forma, e essencialmente ouvir e deixar que me ouvissem se quisessem... e até de me ouvir... e se tudo se mantêm mais ou menos na mesma aqui em mim e na maioria das pessoas, pessoas há que nem pessoas deviam ser, nem bichos... pessoas de merda enfim, que conseguem não valer nada e tentar congeminar e minar a vida das pessoas, não a minha, mas esta que fui dando vida... para quem não percebeu nada do que disse e até para mim, um ser aparentemente deste mundo (dizem ainda estou para acreditar) acha... e é só isso!!! Tem o direito de achar e ao achar é verdade e então vale tudo!!! Por Deus dizem que eu que sou eu não sou eu, sou o João, um João em específico... fosse a coisa apenas dizer, é uma dedicação à causa que chega a ser uma luta de uma vida... tipo de night stalker... felizmente eu sou eu e quem eu quero sabe que eu sou eu... infelizmente é demasiado tenebroso, demasiado surreal, medonho e nojento, para que eu consiga vir aqui e simplesmente ser eu da forma como o fazia...

 

Melhores dias virão para o João... para este, já que para o outro a coisa deve estar bonita...

 

e já que me falaram em Robin Williams, anda para aí tanta gente de qualidade a cair de falésias e a por termo à vida e não há um Alfa-pendular que acerte em tanta gente de merda que anda por aí... injustas existências...

 

24
Abr14

um tanto ou quanto...

asimplesvidadejoaorapaz

eu vejo-me a morrer... vejo a foto dum cão a olhar para o lado e estatifico... vai-me apertando o calor e não tiro o casaco... vou espectadorizando a falta do novo e do velho e rotino... no reflexo envidraçado reflicto sobre os olhos encovados o jeito do cabelo e belo... parafina-me e unta-me as junções relativas da mobilidade... há mais paz onde cravos e gratos ratos coadunam... mexes... atrela-te a passagens efémeras ou eternas... e no guinchar da ratazana vejo a osga a espreitar atrás do fogão... o Conte é boi!!! seja feita a reza à vontade... todas as vontades são divinas se fores ateu... amanhã estarei mais morto que hoje... oxalá... falta meia hora para todo o sempre... falta um tanto ou quanto para amanhã...

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=eW2qlKa6oHw

19
Fev14

I died but not for the last time...

asimplesvidadejoaorapaz

Eu não oiço Snow Patrol!! só quando calha... e quando calha gosto!!! Gosto principalmente do jovem Gary Lightbody!! Gosto especialmente das seguintes músicas:

 

http://www.youtube.com/watch?v=11KD3gN6Bus

 

http://www.youtube.com/watch?v=GwTXwJg6_VE

 

Eu não oiço Taylor Swift, nem quando calha!! eu não gosto de Taylor Swift... mas calhou... calhou e calha sempre que oiço a música em epigrafe eu gostar... calhou tanto que me fez escrever pelo o que ela me provoca... pelo sentimento que algo de especial a define... e procuro mais... procuro o significado... leio a letra... é bonita... a musica é bonita... e percebo o quanto poderia ter sido minha um dia... não agora... nada me traz a não ser a recordação de que um dia tive sentimentos... e parecidos ou iguais com o da música também... um dia queixava-me da flagrância de eu me deparar com musicas e sentimentos tão nobres e imensos e não ter a capacidade de os sentir... a verdade é que a procura incessante... me fez encontrar... dar... receber... gastar... e assim ficar... parece um lamento eu sei... mas não é... é uma constatação... já fui... tudo... já fui tudo e tantas vezes... já fui tudo e tantas vezes e verdadeiras vezes que já não tenho nem tenho em mim maneira e forma de ser outra vez... mas já não preciso... já fui... sou conhecedor das formas e saberes e sabores do ser, mas... as pessoas...sem excessão... todas... de uma forma ou de outra... pensam que é tanga... "áh e coiso e porque és jovem e tal e escreves e ris e beijas e sabes da arte do amor não pode ser assim" mas é!!! não há nada que eu não tenha já vivido... não há nada que não seja uma cópia uma repetição, uma segundo linha, uma cover do que foi... falta-lhe a ingenuidade... o espanto... a verdade... falta-lhe eu estar vivo e incessante e ansioso... falta eu existir como existi... falta vazio para poder dar o salto... falta tudo porque se gastou a novidade... bendita vida que vivi... benditos os monstros de grandeza que a virtuaram e preencheram como nunca outra um dia... bendita sois vós...

 

então eu oiço a música e sinto o reflexo... e observo... a forma feliz como morri...

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=QuijXg8wm28

 

22
Jan14

Good Morning old new me!!

asimplesvidadejoaorapaz

A inevitabilidade da deteriorização e enfraquecimento do ser... a perda... a queda... a desconstrução dum mito... o perder propriedades e fingir que se ganha algo como experiência por exemplo... a melancolia e o desânimo... o cinzento... o lento correr das coisas... o deixar de passar pelas mesmas... e o rir de tudo isto... pois que mais haverá a fazer?!

 

Um dia disse que a partir dos 21 era sempre a descer... e outro dia disse que depois dos 30 era em queda livre... é tudo brincadeira... a gente vai dando para os gastos mas a verdade verdadinha é que eu não fui feito para durar... fui feito para gastar... mais, fui feito para me e me consumir(em)... arder portanto... quando me dizem de tudo o que poderei viver e tudo o que ainda tenho pela frente (que sendo parecidas podem muito bem serem bem diferentes) aceito com um breve anuir de cabeça, mas... não é a mesma coisa... se haverá muito boa gente que se prolonga e perpétua pelo o tempo e espaço com deleite e saboreando e contemplando as coisas... as novas mas só aos seus olhos... eu cá não... fá-lo-ei por missão... porque tenho em mim que a razão de aqui estar é essa... também por gosto claro... mas gosto como o de arder... de me gastar no fogo inquisitório de quem vive por vezes (tão muitas e tão poucas) no fio da navalha, gosto como esse não há...

 

então Deus Nosso Senhor... criador das obras mundanas e das primas também... resolve aplicar forte dose de vivência e desgaste, aliados ao intocável passar decorrer e correr do tempo sobre a espinha dorsal da vontade dos Homens... e de minha também...

 

conclusão: Habituado a perfeitos penteados Macho Latinos exponenciadores da maior das belezas tipo Miguel...

 

http://www.youtube.com/watch?v=8dM5QYdTo08

 

http://www.youtube.com/watch?v=nY-Xk3sGr6Q

 

Terei de saber (sobre)viver com a condição humana básica de quem envelhece, e interiorizar a evidente exteriorização de um penteado mais à Mr. Strickland...

 

http://www.youtube.com/watch?v=3ndJNXCkNxg

 

 

Not my kind of thing...

 

07
Nov13

pera lá!!

asimplesvidadejoaorapaz

pera lá!!

não foi assim??

já não vi por aí??

vai fundo e volta lento,

não lamento,

mas percebo e insisto,

não concebo e desisto,

daquilo que nunca fui,

de tudo o que vivi e que por ali morri...

de tudo o quanto sei e que por algures deixei...

 

e digo a quem ainda me toma,

agora existo em outra forma..!!!

agora persisto em novas voltas..!!!

não sou para ninguém senão para mim..!!

não ligo mais a velhas pontas soltas..!!!

nada sou para alguém senão um fim...!!!

 

e se tudo o que o futuro me reserva...

é algo mais daquilo que prevejo...

desligo e não persigo essa merda,

de viver na imensidão do que não vejo...

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=CR6K5iaAHho

 

 

 

16
Mai13

eu morri...

asimplesvidadejoaorapaz

já morri...

algures...

eu morri...

um dia...

não perdi...

mas já não aqui...

morri...

simplesmente e assim...

do pé prá mão...

da ré prá proa...

ou não...

morri...

e em meu lugar o nada...

e em nau de marinhar varada...

não perdido...

não esquecido...

morto de memória em algum lugar guardada...

 

http://www.youtube.com/watch?v=HKKooje4qHI

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D