Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

24
Jan14

o cão da malta...

asimplesvidadejoaorapaz

No outro dia jantei informalmente com alguém... queres canja??... estava a dar o Sporting... curioso como os círculos são redondos... caí por poucas vezes no passado recente... envolto em pensamentos rápidos e em outros pouco curtos, em menos curtos silêncios e, em igualmente poucas sinceridades... as do costume, as conhecidas, mas sinceridades... dizem que era uma espécie de despedida... era mesmo... de mim... talvez da praxe... sem cartas na manga, já com algum cansaço... troquei-lhe o nome do "marido" pelo do "amante"... pensou por momentos que era troça... rapidamente lembrou-se que era eu, portanto não seria, ou se seria ela nunca o conseguiria descobrir... conformou-se na possibilidade de não ser... não era, enganei-me mesmo... vi-a assim a modos que conformada, ela é esperta mas não a mais esperta e demasiada ansiosa por ser e dominar e dar nas vistas... vissem-na assim os outros como eu a vejo... perdida... afinal o que ela queria mesmo é que os outros a vissem como ela gostava que os outros a vissem... eu vejo-a como ela é... tão intrincada, tão sedenta... bastava simplesmente deixar correr, apenas fazer, não esperar constantemente pelo reconhecimento e até mais... ela também foi má e tortuosa e sem escrúpulos... nem tanto comigo, não tinha como... e fundamentalmente não tinha porquê... de mim disse um dia "nunca conheci pessoa tão consciente de si próprio" quase como um "não há nada a fazer"... depois...  "vou-me embora... se fico, depois vou o caminho todo a dar cabo da cabeça..." "sabes, sendo eu tão absolutamente pragmático por necessidade, dou por mim nostálgico pelo momento que acabou de passar..." "depois diz qualquer coisa quando fores para cima, para irmos correr ou assim" "sim, claro!" não direi... não lhe pedi o cd do Djavan de volta... os dela devolvi-os todos... e foi!!

 

http://www.youtube.com/watch?v=_udy39Kalew

 

No outro dia estava a fazer uma salada mesmo com os cornos encostados à televisão da cozinha... a gaiata estava a ver os piratas da terra do nunca... e anda lá um animal que anda sempre a ganir ahoy marujos... a certa altura dei por mim constatemente a gritar ahoy, ahoy, ahoy, ahoy... farto daquela brincadeira virei-me para a gaiata e disse-lhe no meu tom, colocação de voz e conteúdo de pai, progenitor, cuidado e atento com a educação equlibrada de um filho com 3 anos e meio... "ÓI!! isto dos desanhos desanimados é pior cá droga!! Dá cabo da cabeça dum gajo" e a gaiata responde depois de se partir toda a rir: ""Dum gajo!!" O meu paizinho é mesmo maluquinho da cabeça!!!"

 

http://www.youtube.com/watch?v=7EorcXQQ2q8

 

No outro dia disseram-me uma coisa... disseram-me e a culpa será minha... mas não viverei com a culpa, porque também nunca quis que os outros vivessem com a culpa das coisas que eu digo, mesmo que sejam eles os culpados... mania a minha de não dizer nada dizendo tudo ou o contrário... tenho uma mania ainda mais estúpida, que é deixar as pessoas embrulharem-se nas coisas... minhas... mas... no fundo eu não sou mentiroso... nunca disse que o preto era branco ou ao contrário... provavelmente por eu apostar muito no cinzento... mas quando digo que a minha quota de ingenuidade, espanto, real paixão, amor perfeito, se gastou, é porque se gastou... se digo que já fui e já vim, e nada mais há para ver, é porque já não há... depois claro que eu nunca perco... e os outros perdem sempre mesmo que não joguem... eu sou este que por aqui anda pelas linhas entrelinhas e palavras, mas não queiram ler significados que não existem... por muito que eu pareça ser (e sou) errante, nunca venham ao engano, sei perfeitamente para onde vou, e sei melhor ainda onde ardi... "não há nada a fazer" chamem-me cão...

 

http://www.youtube.com/watch?v=8yvEYKRF5IA

 

No outro dia tive que te dizer uma coisa.. sabendo bem tanta coisa então... acerca de mim e de ti e de tudo... senti-me órfão... quase votado ao abandono... quase subjugado... olvidado... dobradinho e guardado empoeirado num qualquer baú da moda e do design... não basta eu saber que sou... não basta eu saber que és... não basta eu gritar aos sete ventos que somos... preciso de o ouvir vindo de ti... senão ninguém acredita... senão eu não acredito... senão tu não acreditas... lembro-me de uma vez... parece que foi noutra vida... foi certamente noutra vida... quando escrevi uma série de bestialidades... só para ver se existias... só para ver se eu ainda existia... quantas vezes acabou o mundo então e eu não??? felizmente o mundo continuou por aí e eu pude morrer em paz...

 

http://www.youtube.com/watch?v=uBhT_3gr6tc

 

No outro dia li uma cena... podia perfeitamente estar calado... a frase anterior por si só, bem que podia ser o lema de uma vida... calado e quieto já agora... e tomei o que li como para mim... não era... mas tomei... porque quis... mas não era...  mas se fosse não podia ser mais adequado... e podia eu encetar aqui um sem número de argumentos falaciosos (porque argumentos vindos de mim, não podem ser outra coisa) para justificar... para quê?? como disse eu já fui e já vim e nada mais há para ver... ingénuo??? ui onde isso já vai... não há desculpa se não vejo é porque sabe-me melhor assim, por vezes fingir-me ceguinho... vá lá só um argumento falacioso... "eu não faço por mal, é por gosto e vontade... eu até sou boa pessoa" não acreditem!! eu até sou bom, mas não sou pessoa... sou um animal... chamem-me cão... cão danado...

entretanto e por falar neles, o meu pai que agora velho tornou-se o Rei dos mails da treta para trás e para frente... tipo entretém de um reformado... mandou-me uma cena que tinha 19 cenas do tipo verdades da tanga... uma era tipo "O impulso que leva um Homem a perseguir uma mulher sem querer se comprometer com ela é igual ao impulso que leva um cão a perseguir um carro sem o querer conduzir"... chamem-me cão... mas não me chamem cão raivoso ou sarnento, porque não o sou... chamem-me cão danado... e lindo já agora... só lhes fica bem e não é mentira...

 

http://www.youtube.com/watch?v=cMQmp4NsJdU

 

17 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub