Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

25
Dez13

Beautiful War

asimplesvidadejoaorapaz

é engraçado eu ser assim... tão apaixonado e tão ligado e tão sensível e não precisar de ninguém... não me sentir vinculado a ninguém de forma a que me falte o chão ou me pare o coração... eu deveria, perante a ausência, ou a distância ou o tempo, não me sentir bem, não conseguir seguir direito o meu caminho... não me devia bastar saber que a pessoa existe e está bem... não me deveria bastar saber que estão a gostar dos presentes e a saborear o Natal... devia ser egoísta de querer parte da felicidade, de ser espectador de primeira fila, actor principal, as pessoas não deviam saber viver sem mim... e no entanto é quando me sinto mais confortável... estar longe e saber que significo, que conto, que sentem a falta e que gostam de mim me vai bastando... era agora em que enfraquecia e caía de joelhos, por não ter, por não estar, por não ver... mas a verdade é que tenho estou e vejo... dentro de mim... é um fogo... um constante fogo dentro de mim criado nos momentos em que me dei sem limites... em que survei todas as gotas do momento e me fiz Homem... e agora... e agora deambulo por aí sempre com viagem e destino de regresso marcado e riscado e traçado... navego em mar revoltos mas sempre sabendo onde se encontra o Norte... se tantas vezes me questionei porque tinha de ser assim... agora questiono porque sou eu assim porque não fui e não sou eu de outra forma... carente de um telefonema... de uma voz familiar... de uma validação da pessoa que sou... de um conforto ou palavra de mãe... de um elogio de um colega... de uma palavra amiga... porque não sou eu egoísta com os outros, de os querer para mim, mais para mim, quantificar o gosto o tempo e a dedicação... porque não sou eu ciumento... porque não me vinculo às coisas do senso comum, as coisas que todos se vinculam... às aparências... ao vaidosismo... porque tenho eu esta necessidade de ser tão desapegado às tecnologias e aos bens materiais... porque me dá prazer de comprar sapatos a 5€ nos saldos e depois usá-los e dizer "estás a ver comprei nos saldos a 5 € e já os uso há 5 anos, aliás toda a minha roupa custou menos que os sapatos que usas, chupa!!" eu sei lá... eu gosto das pessoas... acreditem que gosto... gosto tanto que nunca as tive como minhas... nunca as quis guardar para mim, por muito confortável que isso pudesse ter sido... sempre as quis ver felizes e voar... mesmo longe de mim, mesmo na minha ausência... aborrecem-me as preocupações dos outros... cuidado com a estrada... cuidado com o mar... liga-me quando chegares... não corras riscos desnecessários... eu sei isso tudo... e vocês não me conhecem... acham que isso fará alguma vez diferença... tratem de vocês, sejam felizes, sejam puros e verdadeiros... sejam pessoas reais, não se escondam em medos infundados, não tenham medo de sorrir, não tenham medo de dançar a gosto e contentes... não tenham medo de viver de errar e errar e viver... deixem para trás o que é que podia ter sido ou acontecido, lá fora está chuva ou sol ou vento, ou é dia ou é noite, ou arrepia ou faz calor... lá fora está sempre qualquer coisa a acontecer... e é lá fora que os sonhos ganham cor e os medos evaporam-se... e é lá fora que vocês sabem que eu sempre estarei... a fazer acontecer, de sorriso na cara por vos ter sempre na alma...

 

Assim escreveu o Rei do Homens... ;)

 

http://www.youtube.com/watch?v=RVDc6bYy3j4

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub