Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

27
Dez13

então adeus então olá

asimplesvidadejoaorapaz

coisas em sacos... urgências não assistidas, ultrapassadas pelas vontades... a noite... esta e outras tantas... a cor do castigo e a dor do pecado... o brilho das pisadas... a confiança da simplicidade das coisas, a graça da relativização das mesmas... são coisinhas são porcarias, ri-te menina... ;) não sei se parto se colo... não sei se chego se arranjo ou desmancho... mas vou... irei até o sol se pôr... irei e de novo a noite... já tão diferente, tão aberta e despreocupada, tão simples e complicada... tão longe e tão perto do tudo e do nada... e quando dia, correria... desatada... desalvorada... apaixonada... tão aqui e tão mais além... tão cinematográfica, pornográfica, cartográfica que fica e que soa... soa a banda sonora de uma vida... sofrida... vivida... desejada... e conquistada... porque não!?

 

inevitavelmente 2014... a não ser que eu esbarre em algo maior que eu... :) para 2014 tudo para quem merece e alguma coisa para mim também... Gosto de pessoas!! repito... gosto de pessoas... gosto das pessoas... e gosto tanto das pessoas que até era capaz de gostar mais de animais... espero que a erosão da pele não me chegue à alma tanto que deixe de gostar... já não me iludo e persigo o brilho de quem o têm, mas sempre vou gostando das velhas e das novas pessoas... a todas, feliz 2014!!

 

http://www.youtube.com/watch?v=ZXO0_Sq7YDI

 

 

há um ano era assim... http://asimplesvidadejoaorapaz.blogs.sapo.pt/16987.html

 

25
Dez13

Beautiful War

asimplesvidadejoaorapaz

é engraçado eu ser assim... tão apaixonado e tão ligado e tão sensível e não precisar de ninguém... não me sentir vinculado a ninguém de forma a que me falte o chão ou me pare o coração... eu deveria, perante a ausência, ou a distância ou o tempo, não me sentir bem, não conseguir seguir direito o meu caminho... não me devia bastar saber que a pessoa existe e está bem... não me deveria bastar saber que estão a gostar dos presentes e a saborear o Natal... devia ser egoísta de querer parte da felicidade, de ser espectador de primeira fila, actor principal, as pessoas não deviam saber viver sem mim... e no entanto é quando me sinto mais confortável... estar longe e saber que significo, que conto, que sentem a falta e que gostam de mim me vai bastando... era agora em que enfraquecia e caía de joelhos, por não ter, por não estar, por não ver... mas a verdade é que tenho estou e vejo... dentro de mim... é um fogo... um constante fogo dentro de mim criado nos momentos em que me dei sem limites... em que survei todas as gotas do momento e me fiz Homem... e agora... e agora deambulo por aí sempre com viagem e destino de regresso marcado e riscado e traçado... navego em mar revoltos mas sempre sabendo onde se encontra o Norte... se tantas vezes me questionei porque tinha de ser assim... agora questiono porque sou eu assim porque não fui e não sou eu de outra forma... carente de um telefonema... de uma voz familiar... de uma validação da pessoa que sou... de um conforto ou palavra de mãe... de um elogio de um colega... de uma palavra amiga... porque não sou eu egoísta com os outros, de os querer para mim, mais para mim, quantificar o gosto o tempo e a dedicação... porque não sou eu ciumento... porque não me vinculo às coisas do senso comum, as coisas que todos se vinculam... às aparências... ao vaidosismo... porque tenho eu esta necessidade de ser tão desapegado às tecnologias e aos bens materiais... porque me dá prazer de comprar sapatos a 5€ nos saldos e depois usá-los e dizer "estás a ver comprei nos saldos a 5 € e já os uso há 5 anos, aliás toda a minha roupa custou menos que os sapatos que usas, chupa!!" eu sei lá... eu gosto das pessoas... acreditem que gosto... gosto tanto que nunca as tive como minhas... nunca as quis guardar para mim, por muito confortável que isso pudesse ter sido... sempre as quis ver felizes e voar... mesmo longe de mim, mesmo na minha ausência... aborrecem-me as preocupações dos outros... cuidado com a estrada... cuidado com o mar... liga-me quando chegares... não corras riscos desnecessários... eu sei isso tudo... e vocês não me conhecem... acham que isso fará alguma vez diferença... tratem de vocês, sejam felizes, sejam puros e verdadeiros... sejam pessoas reais, não se escondam em medos infundados, não tenham medo de sorrir, não tenham medo de dançar a gosto e contentes... não tenham medo de viver de errar e errar e viver... deixem para trás o que é que podia ter sido ou acontecido, lá fora está chuva ou sol ou vento, ou é dia ou é noite, ou arrepia ou faz calor... lá fora está sempre qualquer coisa a acontecer... e é lá fora que os sonhos ganham cor e os medos evaporam-se... e é lá fora que vocês sabem que eu sempre estarei... a fazer acontecer, de sorriso na cara por vos ter sempre na alma...

 

Assim escreveu o Rei do Homens... ;)

 

http://www.youtube.com/watch?v=RVDc6bYy3j4

 

 

23
Dez13

Música, Bombas, Putas e Vinho Verde

asimplesvidadejoaorapaz

vi uma musica da Robyn no VH1 e fui à procura das musicas dela que eu gosto muito em versão acústica...

 

http://www.youtube.com/watch?v=_N-LXn4mSkU

 

http://www.youtube.com/watch?v=OCtvP0pdPoA

 

e quando à procura o que é que eu encontrei... para mim perfeito!!

 

http://www.youtube.com/watch?v=aQ-vU28uPb0

 

depois já estive aqui uma série de vezes para falar do Greg Plitt. Ora bem Greg Plitt é o típico red neck americano, mas eu curto do tipo... eu não sigo exemplos nem ídolos mas consigo ver o porquê do Greg Plitt ser inspiração para tanta gente... e não, não é só nem é sequer uma doença por se ter um físico perfeito... é querer algo e ir atrás e lutar sempre e hoje... e diga-se o que se quiser o Greg Plitt já fez muita gente saltar do sofá e mudar... Dance Mother fucker, dance!!

 

http://www.youtube.com/watch?v=Yl3NGvna2KA

 

http://www.youtube.com/watch?v=kl76k9_pR1Y

 

A Sofia da Casa dos Segredos é o paradigma da doença impregnada na nossa sociedade... a vítima de um cabrão malfeitor de um Homem... de um usador de mulheres... um pérfido como tantos outros, como todos os Homens... e então a comunidade de mulheres e gaiatas enxovalhadas pelo bicho papão que é o Homem, vieram em socorro da companheira traída e usada e de triste sina... alguém se preocupou em ver o filme todo?? alguém se perguntará ou admitará que nem os Homens nem as Mulheres nem as pessoas nem sequer os animais, plantas e até seres mortos e inanimados serão todos iguais... Ora pois daqui do meu alto baixo pedestal, considero que a Sofia é o exemplo vivo de como uma pessoa pode ser fútil, má e nojenta e fico-me por aqui... Se tanta gente gosta e amocha de e a pessoas como ela, então tanta gente de merda andará por aí... O Diogo é a outra face da moeda do Tierry... e depois dizem "áh tens na mania que és o Rei dos Homens e tal..." Em terra de cegos quem tem olho é Rei... E quanto ao resto da Sofia, mais depressa dava em pandeleiro!!

 

http://www.youtube.com/watch?v=mlDD8zPoEVs

 

Vinho verde, gosto!! de preferência com marisco, percebes?? esta referência é só para condizer com o título...

 

http://www.youtube.com/watch?v=J2xg0FZGBr8

 

 

 

 

22
Dez13

louco e não é pouco

asimplesvidadejoaorapaz

dizem que eu sou louco...

e o que sabem de mim é tão pouco...

mas dizem que eu sou e portanto...

saberão de mim tanto, tanto...

sabem de mim e até mais...

que de saber cansados estão...

sabem de mim bem demais...

que tudo o que sabem é em vão...

e houve quem soube e não disse...

e não disse porque afinal...

quem porventura o ouvisse...

diria... alguma coisa está mal...

e mais que saber há quem viva...

mais que saber há sabor...

sabor da paixão que cativa...

paixão que desagua em amor...

e mais que amor também há...

e dizer que é longe é pouco...

é ir para além para lá...

é viver para já como louco...

 

http://soundcloud.com/senselessrecords/03-please-please-please-feat

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

19
Dez13

do sol...

asimplesvidadejoaorapaz

da terra...

da fruta com pó...

do pé descalço...

do dia à noite...

da noite sonhada...

da fantasia do dia...

da gente amada...

da rapaziada vadia...

da irmandade...

da tenacidade...

do sol...

do sol...

do sol...

da geada e do sorriso...

pronto... conciso...

aberto...

do brilho...

da inquietação...

da lágrima...

do sangue...

do coração...

ds 7 colinas e das correntes malinas...

das laranjinhas...

tão pequeninas...

dos livros...

das histórias...

e os beijos??

e as memórias???

do ser...

do maior ao menor...

por perder...

sem ceder...

com ardor...

e sempre...

sempre com amor...

com a alma...

inocente...

mas premente...

nos beijos e no calor...

da tua mão...

no chão...

da paixão...

que deu uvas...

e mais...

e tudo...

e tantas coisas...

e aquelas...

as tais...

as ondas...

tão grandes...

o mar...

tão teu...

tão senhor...

que em boa hora...

trocou o Doutor pelo agora...

trocou o saber pelo acontecer....

trocou o fofinho pelo desalinho...

devolveu a terra ao mar...

perseguiu o destino de só estar...

de por aí aportar...

e em cada porto desejar...

ficar...

partir com alguém a acenar...

é errar...

muito...

corrigir tudo...

e falhar...

na fraqueza de ti...

fortaleza de mim...

é tanto...

é mágoa...

oceanos e intermináveis marés...

tanta água...

é fado...

é cina...

são as bestas...

são os cavalos de crina...

são as meias da bailarina...

são as pernas da menina...

é o corpo que te desatina...

é morrer na terra molhada...

acordar numa qualquer praia espraiada...

é morder...

é aquecer...

é olhar-te nos olhos e dizer...

olá... a esta hora ainda acordada???

 

http://www.youtube.com/watch?v=8rTq_AEdCo8

 

 

13
Dez13

fragmentações defensivas/ofensivas

asimplesvidadejoaorapaz

há um prazer intrínseco aos contrastes... ao antes e depois... ao passado e futuro... ao amor e desapego... de contrastes vivi... de contrastes me fiz... me dividi e subdividi para ir-me somando um a um, até novamente partir... partilhar... e guardar e deixar de ser... uma realidade subversiva... uma duplicidade entranhada... se não ligo ao que sou, não desligo do que posso ser... sempre consciente, porque as escolhas, as vivências, as dores, e as outras coisas, me fizeram assim... repleto de impulsos de vontades e sorrisos e paixões, mas confortavelmente saboreando o prazer de ser anónimo, de ser eu, mas não ser eu para ninguém... e sendo para toda a gente... passado?! passados estes anos guardo fragmentos e até partículas de momentos... outros andam por aí, meio perdidos, à espera que os redescubra ao virar de uma esquina, página, música ou tela... cenas e coisas da vida né??? cenas e coisas da vida...

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=JFiDnErxU_A

 

 

11
Dez13

3 random "simple" things...

asimplesvidadejoaorapaz

"Computer says no"

 

http://www.youtube.com/watch?v=zUQgthIs7pM

 

 

 

"Go Fish"

 

http://www.youtube.com/watch?v=ErQ7Y5hw5J8

 

 

 

"You're lookin' like you fell from the sky... ANGEL!!"

 

http://www.youtube.com/watch?v=TH8m6J3gPH0

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D