Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

30
Dez12

Midnight Cowboy

asimplesvidadejoaorapaz

aqui já se falou de muita coisa... muita sem jeito... alguma verdade... histórias... fábulas e contos... cenas e coisas... mas e a verdade e somente a verdade?? no outro dia li sobre um livro que se chamava qualquer coisa como "Diz-me apenas a verdade" ou coisa parecida... claro que não comprei, claro que não sei nem quero saber de quem é... mas faço aqui referência a dito, porque dei por mim, a questionar-me sobre qual seria "apenas a verdade"... questionei-me se um dia tivesse que dizer "apenas a verdade" se a própria primeira palavra que dissesse não seria ela logo de rajada uma mentira, ou uma pseudo verdade, ou uma verdadeira mentira... até a mim, será que me conto apenas a verdade, ou apenas me conto a verdade necessária, nunca a crua... a verdade... a verdadeira verdade... apenas a verdade... é que a vida é uma História!!

 

Midnight Cowboy, verdadeiramente mais que uma música, lembro-me de há uns dias, ter encontrado alguma da verdade na melodia desta versão dos FNM... simplesmente lindo... e bem que eu estava fodido nesse dia... vou colocar o início do concerto no Alive 2010 porque para mim é a versão ao vivo mais fixe que encontrei na net.. e para quem quiser pode aproveitar e grizar-se também um bocadinho com a loucura e genialidade toda do Patton na que vem a seguir From out of Nowhere...

 

http://www.youtube.com/watch?NR=1&v=y3MvAv5fp3s&feature=endscreen

20
Dez12

Como se chama a mulher do Batman??

asimplesvidadejoaorapaz

escrevo não escrevo... e acabo por não escrever... também não tem dado... já me passaram imensas coisas pela cabeça que pensei em partilhar... mas não o fiz... não tem bem nem tem mal... é a inocuidade deste espaço... tipo antigripine... suspeito que a vida continue por aí... aconteçam coisas, as pessoas entretanto já fizeram coisas... umas estarão mais gordas outras mais magras... outras apenas mais pálidas, por falta de sol e por falta de vida também... eu também... estarei qualquer coisa que não estava há uns dias atrás... não sei que importância terá o Natal nisto tudo... terá pouca, que interessa o Natal para quem não é criança... eu sei que interessa para uma série de coisas e pessoas... para hipocrisias também... e o fim de ano??? tá certo!!! e o fim do mundo?? tenho a teoria que para quem o defende, sábado de manhã seria um bom dia para lhes cortar um bracinho... para não perderem tudo... o mundo não acabou, mas pelo menos fiquei sem um braço... haja saúde!!! De muitas coisas lembrei-me de uma... podia ser uma outra qualquer, mas recuo para aí uns 16, 17 anos e lembro as matinés de domingo... e a passagem do disco para as baladas (ou os slows como se dizia na altura) ou o fim da sessão... já não me lembro bem, mas tinha e ainda tem um quê de místico... é só procurar o herói e voilá... tudo permanecerá igual...

 

http://www.youtube.com/watch?v=ntuqTuc6HxM

04
Dez12

Tempo de viver...

asimplesvidadejoaorapaz

esta aparente forma tranquila e calma de encarar as coisas não nasceu comigo... aliás, nem existe... quem me conhece sabe que eu vou tentando, mas só tento... mas que outra forma teria eu de encarar a vida senão esta?? o fingir não perceber, o condescender, o tolerar, o virar as costas e aguardar... o saborear a tempo e dentro do tempo e ficar... o perseguir as coisas mais simples em vez dos jogos e das batotas e dos azares... foram anos demais a chapar de frente contra as contrariedades, as vontades imediatas, os riscos e os vícios das almas, o tempo que nunca jogava a meu favor... os amores que orgulhosamente combatia... o aqui e agora ou o nunca... e lembro-me dos erros... e de pessoas do iníco da minha jornada... do tempo em que eu tentava viver... tentava ser... sem deixar espaço a que o próprio tempo ditasse o que viver e o que ser... já está tão longínquo... já nem sequer quase que faz parte do início da caminhada... alturas em que sofria mesmo, e vivia mesmo, porque não sabia outras formas... só as que via nos filmes e queria para mim... um dia estava com os meus pais e irmã a jantar, e na mesa ao lado estava um casal... e eu quis tanto aquela vida para mim... estar assim na cumplicidade... ser eu e partilhá-lo com o meu amor... era tão ingénuo... estava tão no início, que nem sei como me fui agora me lembrar... restaurante girassol talvez... em Sarilhos, algures entre Lisboa e Montijo nos tempos da nacional... as velhas rotinas... o sair do campo quase profundo e dar de caras com a cidade... e logo ali a ter de saber ser agricultor agora e doutor logo a seguir... a tratar os velhotes todos por tios e tias e logo a seguir por senhor e senhora... passar o verão de cuecas e andar sempre a banhos, fazia-se tudo ao mesmo tempo eramos senhores dos nossos mundos... e logo a seguir piscinas da Av. de Roma, todo atrapalhado... usar fato de banho e toca e chinelos, e entrar por aqui e molhar primeiro e ir por além e não saber o que fazer, e parecia que todos olhavam para mim... ser criança... eu sei que todos deixamos um dia de o ser... eu sei que é hora dos mais novos... viverem... mas de lá para cá existe um tanto, um tempo, que já não volta... quando todos os dias tentávamos viver sem saber como... 

 

http://www.youtube.com/watch?v=dbckIuT_YDc

 

 

04
Dez12

Vamos sempre a tempo...

asimplesvidadejoaorapaz

Vamos sempre a tempo de fazer alguma coisa de jeito na vida... já conhecia a queda de Daniel Nascimento para a música, agora resolvi partilhar... Ele também não muda muito de assunto... Habituado a comentar as dores de corno dos outros, dos pseudofamosos, agora comenta a dele, mas com estilo...

 

http://www.youtube.com/watch?v=TDjpQXDuye8

 

Já só falta o Cláudio Ramos também regressar às origens e dedicar-se ao Cante Alentejano...

02
Dez12

e por fim assim...

asimplesvidadejoaorapaz

olho para ti...

e sinto-me assim...

diferentes...

sim...

presentes...

e por fim...

nunca ausentes,

mas diferentes...

acordar e saber-te ali...

acordar e estar apenas aqui...

e daquela vez...

como da primeira vez...

aquecer...

saber ser..

olhar...

contemplar...

sonhar...

ao luar...

mergulhar...

amar...

diferentes...

também ausentes...

e os presentes...

as linhas...

os traços...

a minhas...

os laços...

viajar...

procurar...

deixar estar...

deixar andar...

acabar...

respirar...

recordar...

a mão na mão...

o simples coração...

o constante desconcertar...

a sabor a mar...

o saber amar...

e por fim....

assim...

sentir...

e sorrir...

 

http://www.youtube.com/watch?v=93ASUImTedo

01
Dez12

Saltos altos

asimplesvidadejoaorapaz

vem cá vem cá...

mas não venhas já,

demora...

dá a volta...

percorre...

decorre...

persegue e persiste...

assim, altiva e cativa...

sabes...

saltos...

altos...

lindas...

belas as pernas que atiras...

estranhos momentos admiras...

longas as curvas que eu percorro...

tantas doces e não morro...

suave...

1...

2...

no compasso e não passo...

isto e aquilo e tu sabes...

e no olhar a alma que abres...

e no beijar as certezas que perdes...

e no desejar aos caprichos tu cedes...

são cores, e fantasias,

intuições que crias,

são doces são lições,

astuto comprador das razões...

são coices são paixões,

ilustre vendedor de ilusões...

 

http://www.youtube.com/watch?v=RHQI8mgldeM

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D