Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

08
Set12

poema injusto

asimplesvidadejoaorapaz

Nada mais estranho

ali, naquele lugar

onde outrora amar tamanho

assim sentir o teu estranhar

 

repetidamente,

assim,

contidamente,

nos intervalos de mim...

revivo,

o teu não viver,

resinto,

o meu abandonar,

percorro o meu estremecer

perante o teu sublime castigar...

 

sei que disse e acreditei,

mas reclamo a mim aqui del Rei

o duro fim que não passei,

de procurar amor tamanho

num olhar agora estranho!

08
Set12

"EU SOU MAU, MAS NÃO TENTEM ALDRABAR UM ALDRABÃO"

asimplesvidadejoaorapaz

Disse a alguém... alguém muito fixe e refrescante diga-se... que não tive a oportunidade de conhecer (nem vou ter) pessoalmente diga-se... disse-lhe que "eu era mau"... E sou!!! sou mau ao ponto de desconfiar de quem merece que eu desconfie... eu saber que sou mau, não me pode enevoar a visão e deixar de ver que eu sou mau, mas não mais que todos os outros... ninguém é vítima e ninguém é carrasco de ninguém... anjinhos e diabinhos não existem... são fantasias e eufemismos para classificar a malta que anda aí a fazer das suas só porque sim e às escondidas...

o Homem é um ser básico, mas não básico como o apresenta o senso comum... básico porque se assume cabrão, mau portanto, e acha que para além dele dificilmente há alguém pior, e a ser só se for um cabrãozão... é ingénuo ao ponto de pensar que nele reside as falhas que o resto do mundo tem também e a dobrar...

e agora vem aí a revelação fodida e a cru... não sem antes ressalvar que para tudo existem excessões, poucas mas existem... pena eu não conhecer uma que seja...

Para cada intitulado cabrão cabra e meia... e eu deparo-me com um sentimento tão ruim perante certas coisas que até me dá volta ao estomago pensar em dissecá-lo... e o sentimento/pensamento em questão é o seguinte... "Mas quem é que estas putas pensam que são ou enganam??" E porque é que eu tenho esta capacidade quase telepática, clarividência vá... de ver aquilo que por vezes nem me dava muito jeito ver...

 

Conclusão: Na guerra que me parece cada vez mais ser os relacionamentos humanos, aqueles ditos como paixões e amores e sexos e fodas e tal, não existem vencedores nem vencidos... verdadeira guerra sem quartel... dessimular está em alta, e eu que por vezes até gostaria de ser aldrabado... só porque dava um jeitão... não sei se tão a ver... não consigo!! é mais forte do que eu... Não tentem aldrabar um aldrabão...

 

 

http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=qF0-xPoec_Q

 

PS: Eles são todos iguais, mas elas são piores que eles!

06
Set12

"ah deve tar menino la dentro..."

asimplesvidadejoaorapaz

é engraçado como certos acontecimentos têm no imediato a tendência para se mostrarem monstruosos, mas com o decorrer do tempo eles são o que são e nada mais... momentos que se parecem como decisivos e marcantes, no fundo no fundo são apenas momentos... as pessoas não tem de ser como eu... as pessoas graças as Senhor não são como eu... bem que as pessoas podiam ser como eu... eu não sou como as pessoas costumam ser... decisivamente eu não esqueço e não abandono ou retiro do peito as poucas mulheres que realmente amei... sim eu sei que não posso falar muito disso porque serei alvo de escrutínio... do meu inclusive e em primeiro lugar... o ser-se humano é desculpa para muita coisa... isto de admitir e perceber as nossas falhas é bem pior do que não nos apercebermos delas... se as conhecemos cabe então ser diferente... não ser diferente é persistir na falha só porque sabe bem...

só porque se ama... ou se amou ou viveu ou algo assim... a vida é tão éfemera e tão volátil que é mesmo de se aproveitar o momento ou momentos... nada volta atrás... a quem fez da minha simples vida algo bem maior e melhor do que eu, o meu sincero e verdadeiro e humilde obrigado!!

 

http://www.youtube.com/watch?v=JjAz-AtGO5M

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D