Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

12
Dez11

3 coisas mais ou menos sobre gajas

asimplesvidadejoaorapaz

uma coisa: as pessoas pensam que todos os homens gostam de casas de strip e afins... eu não gosto!!! e continuo a adorar gajas e tudo e tudo! Será que são as stripers os objectos neste processo?? Eu acho que não, senão vejamos, elas estão lá a ganhar (e bem) o delas, nós a gastar (e para quem gosta) e bem o nosso, somos obrigados a assistir sem sequer ter a possibilidade de levar uma para casa, se por acaso nos calha um table dance as gajas usam e abusam de nós como verdadeiros objectos e nós nem direito temos a ficar de pau feito de tanta vergonha que estamos a passar, se nos pomos a conversar com elas a conversa mais tarde ou mais cedo vai parar ao copo que lhe vamos pagar ou não... eu não me sujeito a isso!!! vou a casas de strip quando por acaso o pessoal lá quer ir... nunca deixei que uma puta daquelas me pusesse as mãos em cima, nem na minha despedida de solteiro... o pessoal bem queria festa mas eu disse logo que com o dinheiro que iam gastar podiam beber mais copos ou então oferecessem o table a outro gajo qualquer... desculpem lá mas em mim só mexe quem eu quero, e eu sou muita areia para a camioneta das meninas do strip...

dois coisas: tenho pena que as pessoas não encarem o piropo ou as abordagem simples e descomplexadas que por vezes acontecem como uma coisa boa! Não, eu também não me sinto confortável a meter-me com gajas que não conheço de lado nenhum, mas se o fizesse acreditem seria sem malícia... gostava de ter a capacidade e possibilidade de chegar ao pé de alguém que me fez parar e olhar e dizer-lhe exactamente isso... assim como gostaria que as pessoas tivessem o à vontade de me abordarem se me acharem giro... das vezes que fui abordado do nada foi sempre por estrangeiras... será isto indicador de alguma coisa??? assim a que me marcou mais por todas as razões foi uma vez em que ia eu sozinho a andar numa rua de Espanha e à porta de um café estão duas raparigas... eu passo e uma pega-me pelo braço e diz-me (em castelhano claro): - tu és lindíssimo!!! (vira-se para a amiga e pergunta) - Não achas?? (e a amiga) - Não, por acaso não acho nada!!! eu ri-me com gosto e respondi-lhes que não se pode agradar a todos... e fui à minha vida!!! e pronto não morreu ninguém, ninguém ficou sem um bocado e eu fiquei com uma pequena recordação para além da massagem ao ego...

três coisas: no outro dia estava a almoçar num restaurante todo gourmet que um colega meu me levou a conhecer... estavamos sentados à mesa a comer as entradas quando entra uma mulher no restaurante e dirige-se ao patrão da casa (mais tarde percebi que era tipo fornecedora da casa), ficamos os dois assim parados no tempo a olhar para a senhora.... classe classe classe, mais, classe pura... e o meu amigo pergunta-me: - então valeu ou não a pena vir aqui??? - Está calado, estou triste!! - Triste??? eu estou contente, só a possibilidade de lavar as vistas desta maneira... - eu não, ver estas coisas faz-me mal, fico triste!!! e pronto a rimos os dois e a conversa ficou por ali, mas durante os dias que se seguiram lá voltávamos à conversa da aparição daquele ser transcendental... e contámos aos amigos e tudo...

Depois dei por mim a analisar a coisa mais a fundo... fico genuínamente triste, será que tenho um chip incorporado em mim que quase que me obriga a tentar conquistar estas verdadeiras raridades na terra... é porque fico mesmo mal resolvido, se assim não fosse não estaria aqui a falar do assunto já passado bem aí uns 2 meses... acho que genéticamente naqueles momentos os meus antepassados estão a tentar passar-me uma mensagem... prefiro pensar que a mensagem passa mais por "Agora era uma boa altura para fazeres a tua dança do acasalamento" do que "Agora era uma boa altura para lhe dares com a moca na cabeça e a levares para a gruta"...

 

Aí aí, doi tanto!!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D