Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

asimplesvidadejoaorapaz

É o João que é um rapaz que tem uma vida simples.

21
Jun10

em quase primeira mão...

asimplesvidadejoaorapaz

um dia... tive uma paixoneta louca por uma gaja da TV que começou de uma brincadeira tonta (tiro no escuro) e descambou numa paixão violenta (pelo menos para mim). Pior que um gajo que tem tudo só mesmo uma gaja que tem tudo... e nas "mãos" de uma senhora destas bastas seres só um bocadinho anjinho e já eras!! Por acreditar que ela era diferente é que tudo começou (e acreditem que cheguei a acreditar), mas nessas mãos só duramos enquanto somos novidade... e eu não quis durar tanto!! Afinal eu sou... sou eu!!!

 

Aqui ficam uns poemas que lhe escrevi só naquela de lhe dizer tudo sem dizer nada... no fim ficou a frase "Quase que me traíste quando eu me preparava para te trair"

 

Será que me fiz entender???

 

 

A história dos meus silêncios ainda está por contar
envolvo-me e luto nos barulhos dos outros
mas são os silêncios que me fazem vibrar..

A história das minhas vontades esconde-se cá dentro
jogo e adivinho nas vontades dos outros
mas são as minhas vontades que reflectem o momento!

A memória das minhas histórias se confunde e se perde!!
jogam e adivinham nas minhas vontades
procuram medir forças para ver quem é que cede...

E olham para mim
e perguntam quem sou
de onde vim
e para onde vou

e procuram por mim
mas eu não vou... não me dou...
se hoje estou aqui
amanhã já não estou!!

É no meu silêncio que suspiro por ti
é no meu ruído que te vou "esquecer"
é o teu silêncio que me deixa assim
com vontade de te encontrar para depois me perder..

 

 

e mais um:

 

São doirados aqueles campos,
não esqueço... estão aqui...
e os caminhos, e os sonhos, tantos, tantos...
fugi, perdi-me, mas voltei a mim...

Frustrações?? uma ou outra vá lá,
de perfeitas imperfeições me acho e me dou!!
Olá tudo bem? tu por cá?? Será?!?
não sei se sim, não sei se sou, não sei se vou...

Olhares... o meu?? Porquê??
Sorrisos... o teu?? Logo se vê...
Vou-me enlaçando nos laços da vida,
não devia a deixar vaguear assim perdida!!

Eu não quero... mas quero-te!!
Não te tenho... mas perco-te!!
volto perdido para o meu mar,
e lá sei que encontro o meu lugar... o meu luar...

E as tuas condições??
E os teus caminhos e tentações??
E os teus trabalhos e compensações??
E eu iria me diluir mo meio de todas as sensações..

Luzes!! Acção!! Perdição...
Brilho?? Glamour?? Atenção...
Longe de ti, longe do coração,
algures aqui ao pé da... televisão...

 

 

Publicar (mesmo que seja aqui) estes poemas também é uma grande traição...

 

 

 

20
Jun10

Aconteceu-me tipo à filme...

asimplesvidadejoaorapaz

Esta aconteceu-me tipo à filme: enquandrando ligeiramente na história, posso dizer que não há muito tempo vicissitudes da vida levaram-me por períodos mais ao menos longos (e que ainda hoje se mantêm) ao Algarve... Ora eu aproveitei para fazer os meus reconhecimentos das novas zonas... sem aquele peso do predadorismo juvenil tão próprio dos machos adolescentes... aconteceu que uma bela noite vou pela primeira vez a uma zona bem famosa do Barlavento Algarvio e entro num bar de musica ao vivo... Barmaid parou a olhar para mim e eu com o decorrer da noite fui ficando parado a olhar para ela... bom resumindo... flirt do mais alto gabarito (a quantidade de gajas que eu fui deixando passar só para não queimar o romance) e deixei-a completamente de rastos, claro que para mim também não foi pacífico... ela namorava com o maior lá da aldeia e claro que a certa altura dos acontecimentos todos diziam que me queriam fazer a folha, alguém arriscou??? Nunca na vida!!! Foi uma bela história de romance que nunca deu em nada de carnal, quando ela se apercebeu e me perguntou se eu namorava, fiz questão de lhe dizer (com aquele sorrisinho maroto que ela tantas vezes elogiou) que para além de namorar estava prestes para casar... Guerra total, chamou-me tudo... mas na verdade nunca a enganei, o meu interesse era verdadeiro, acho ela factualmente arrebatadora, ainda mexe comigo, e passado a zanga entramos novamente em clima de enamoramento que sempre que nos vemos paira no ar... Não a comi, verdade!!! Mas nunca fiz muita questão disso (se tivesse comido era lindo) porque o fundamental era arrebata-la... afinal ela era a mais linda e mais inalcançável lá da terra, que namorava com o mais famoso e adorado lá da "aldeia", e aí cheguei eu o forasteiro misterioso que pus o coração da donzela a balançar, e os meninos grandes do feudo a rogar pragas de vingança extrema... Teria eu sido verdadeiramente dessimulado e teria comido a boa, mas também teria comprado uma guerra com custos que eu nunca tencionei pagar... 

Um dia destes um fulano com ligeiras ligações laborais à minha pessoa inquiriou-me se seria eu o arrojado cavaleiro conquistador que tinha posto o coração em fanicos à bela empregada de bar propriedade de um seu amigo?? Claro que eu com uma modestia totalmente falsa fui dizendo que embora fosse a minha pessoa que tal lenda referia, essa lenda não passava de total especulação e que eu limitara-me a travar conhecimento com a princesa no plano estritamente empregada/cliente... Claro que para deleite dos meus ouvidos tal indivíduo afirmou que a referida donzela sofreu de verdadeiros amore e desamores à minha custa, segundo afirmava ele, teria lhe transmitido o seu amigo e patrão da supracitada moçoila...

Conclusão: estando eu praticamente nos trintas, e já com muito boa idade e passado para ter juízo, pondero uma nova incursão por "mares nunca antes navegados"...

Se há coisa que nunca morre num Homem é a vontade de fazer avarias...      

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D